quinta-feira, 22 de março de 2018

Fernando de Noronha volta ao roteiro dos cruzeiros marítimos

Noronha

A Ilha de Fernando de Noronha volta aos roteiros de turismo de cruzeiros marítimos, depois de ficar por mais de dois anos sem receber navios turísticos. Dados da Superintendência de Turismo, Cultura e Esportes apontam a última embarcação de turismo que aportou em Fernando de Noronha foi o navio MV National Geografhic Explorer, em abril de 2016.
Contudo, na volta dos cruzeiros acontece neste mês de março com dois navios chegando à Ilha: o The Word e o Le Soleal. O primeiro que aportou foi o The Word, a maior e mais luxuosa embarcação residencial do mundo. O navio, de bandeira das Bahamas, possui 165 unidades habitacionais, sendo 106 apartamentos, 19 apartamentos-estúdio e 40 estúdios, atracou na tarde da segunda-feira (19), trazendo a bordo 60 passageiros que são proprietários e residentes do navio, além da tripulação.
Os primeiros turistas desembarcaram na noite da segunda feira para conhecer os bares e restaurantes da ilha. Na manhã da terça-feira, um grupo decidiu conhecer as praias e um outro praticar mergulho. A outra embarcação, o Le Soleal, de bandeira francesa, chega em Fernando de Noronha na manhã deste sábado (24), trazendo 80 turistas.
Como a maioria dos turistas de cruzeiros fica no máximo dois dias na Ilha, nesse tipo de turismo o custo-benefício é uma boa opção de negócios para o viajante uma vez que eles têm mais possibilidade de investir em passeios, restaurantes e atividades culturais. Bom para os turistas e, melhor ainda, para o empresariado local.
“Os cruzeiros representam a maior movimentação de turistas na ilha, em um período mais curto que o habitual, distribuindo mais receita por onde passam. Além disso, a recepção de cruzeiros nacionais e internacionais ajuda ainda na divulgação da Ilha, atraindo mais visitantes”, avalia o administrador do Distrito Estadual de Fernando de Noronha, Plinio Pimentel.
Para voltar a receber os cruzeiros, a Administração da Ilha, através da Superintendência de Turismo, Cultura e Esportes, tem realizado várias ações. De acordo com a superintendente da pasta, Manuela Fay, diversos setores são envolvidos nessa operação, como área de controle migratório e ainda de gestão portuária. 
Ela explica que ao longo dos anos a Administração possui um trabalho de divulgação e conscientização muito forte e que a Superintendência de Turismo, Cultura e Esportes tem um papel fundamental nessas ações, como o de dar subsídios e atrair parceiros para que o turismo e a economia da Ilha cresçam. “Sem falar nas capacitações oferecidas ao longo dos anos para tornar a mão de obra local mais especializada e também da parceria da Administração com o trade turístico local. É um grande trabalho para proporcionar aos visitantes uma experiência única”, completa a superintendente. 
Conscientização- Por se tratar de uma área de preservação ambiental, antes dos turistas desembarcarem em Fernando de Noronha eles recebem informações, por meio de palestras, sobre as normas e controle previstos na legislação ambiental vigente. As palestras são ministradas pela equipe da Superintendência de Turismo, Cultura e Esportes que conta com a parceria de técnicos do o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 
A iniciativa tem o objetivo de sensibilizar os visitantes quanto as limitações ambientais das Unidades de Conservação e a manutenção do seu equilíbrio com a atividade turística. As palestras são obrigatórias e fazem parte do acordo condicionantes das autorizações para a operação dos cruzeiros turísticos em Fernando de Noronha.
Imagens: Jerônimo Andrade e Josie Marja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luciano Duque abre dissidência no PT, lança movimento #ForaPaulo e declara voto em Armando

Tendo à frente o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), lideranças políticas ligadas à vereadora do Recife Marília Arraes (...