quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Paulo inicia negociação para empréstimos do Banco Mundial

Banco Mundial
Governador quer firmar novas parcerias com o Bird nas áreas de Recursos Hídricos, Educação, Saúde e Segurança
BRASÍLIA – Na expectativa de o Governo Federal autorizar operações de crédito para Estados e municípios, o governador Paulo Câmara se reuniu, nesta quinta-feira (25.02), com o novo diretor do Banco Mundial (Bird) para o Brasil, Martin Raiser. No encontro, Paulo relatou as parcerias bem sucedidas que Pernambuco tem com o Bird em diversas áreas, como Recursos Hídricos e Educação, mas também citou novas possibilidades, como Saúde e Segurança.
Raiser, por sua vez, disse que o banco tem interesse em atuar em projetos relacionados aos problemas causados pelo Zika vírus e também dos casos relacionados à microcefalia em bebês.

“Temos uma parceria de muito tempo, que já deu bons frutos nas áreas de Educação, da parte hídrica. E, diante desse cenário, esse aceno do Governo Federal da possibilidade de reabertura das negociações em torno de operações de crédito, é muito importante já iniciarmos conversas com os parceiros, tanto os nacionais quanto os internacionais, porque tão logo seja decidido, cumprimos uma primeira etapa que é apresentar projetos” explicou Câmara.
“O Banco Mundial vai receber do Estado de Pernambuco todo um conjunto de ações que entendemos que é importante para os próximos anos. E se houver a possibilidade de fazer a pactuação de novas operações ou projetos que já estão em andamento serem aumentados – e indo em outras frentes – é muito importante”, explicou o governador de Pernambuco, que acrescentou: “Esse encontro permanente com os organismos internacionais que têm ajudado Pernambuco nos últimos anosm, vai continuar no nosso governo e vai ser aprofundado, diante da possibilidade de novas operações de crédito”.
Sobre a decisão de o Governo Federal autorizar novas operações de crédito, Paulo Câmara afirmou que as negociações se iniciaram agora, a partir da apresentação de uma proposta concreta por parte da União. “Isso precisa ser muito bem pactuado, muito bem visto, pois pode ajudar os Estados, realmente. Nós temos total interesse de fazer parcerias, de ter condições de voltar a investir com a velocidade necessária para gerar emprego e renda para o nosso povo”, destacou.
Acompanhado dos secretários Márcio Stefanni (Fazenda), Thiago Norões (Desenvolvimento Econômico) e José Neto (Assessoria Especial), o governador Paulo Câmara disse que Pernambuco vai acelerar, como o próprio Governo Federal sinalizou para que, ainda no mês de março, existam as condições necessárias para avançar, em 2016, “com mais obras, investimentos e dotando o Estado de Pernambuco de prioridades que precisam ser enfrentadas, principalmente na questão hídrica, da saúde e da segurança”.
Foto: Ennio Benning/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeito de São João declara apoio a Bruno para o Senado

Durante ato político que reuniu a chapa da Coligação Pernambuco Vai Mudar, em São João na noite desta sexta, 17, o prefeito Genaldi Zum...