terça-feira, 28 de julho de 2015

Projeto leva artistas para escolas estaduais de Garanhuns

Resultado de uma parceria entre as secretarias estaduais de Cultura, via Fundarpe, e de Educação, por intermédio da Gerência Regional de Educação do Agreste Meridional, escolas da Rede Pública Estadual receberam visitas ilustres durante a 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). É o projeto Artistas nas Escolas, que levou parte da grade musical do FIG, como Fafá de Belém, Joanna, Silvério Pessoa, Tiê, Quinteto Violado e a escritora Luzilá Gonçalves para uma interação com a comunidade escolar da região. Todos eles foram ciceroneados pelo gestor da GRE, Paulo Lins.

A Escola Estadual de Referência em Ensino Médio Dom João da Mata Amaral abriu as portas para receber a cantora Fafá de Belém. Ela foi para a plateia para assistir a apresentações de dança e música que os alunos da EREM preparam para ela. “Isso aqui é espetacular! Acho que é importante agregar isso ao festival. Não é apenas chegar aqui, cantar e ir embora. Quem sempre fez e faz esse festival aqui são os pais, os tios, os parentes dessas crianças, e, futuramente, elas… e são a essas pessoas que devemos tamanha grandiosidade. Então, nada mais justo do que devolver essa importância pra elas. Descer um pouco do palco, ‘descer do salto’ e olhar diretamente nos olhos deles é muito bom, viu?“, destacou a cantora.

A cantora Joanna teve uma tarde animada e descontraída com alunos e pais da Escola São José, no bairro de Heliópolis. Foi recebida por banda musical formada por alunos do projeto Escola Aberta, que tem aulas de canto e instrumentos musicais, e interpretava seu repertório. E ela cantou junto, empolgando os presentes. Joanna respondeu perguntas, conversou sobre sua carreira, concepções de criação, e elogiou a iniciativa do Artistas nas Escolas. “Lá em casa podia faltar qualquer coisa, mas não podia faltar caderno. Sem educação não se caminha, essa é a coisa mais importante que alguém pode ter. Essas visitas são um modo de integrar e propagar a cultura e, como disse Milton Nascimento, o artista deve ir onde o povo está“, disse.

O grupo Quinteto Violado esteve na EREM de Garanhuns junto com a escritora Luzilá Gonçalves. Eles conheceram as instalações da escola e ouviram sobre alguns projetos culturais desenvolvidos pelos alunos de lá. Entre eles, o jornal escolar que estava fazendo cobertura do evento e entrevistou o grupo para a próxima edição. Marcelo Melo, do Quinteto, deixou um recado para os estudantes: “independente da profissão que vocês escolham, o importante é que percebam que estão vivendo uma verdade que emociona vocês e naturalmente emociona os outros. Essa é a grande mensagem que o Quinteto pode deixar, porque é assim que a gente vive e se alimenta”.

O cantor Silvério Pessoa, que também é pedagogo de formação, visitou as escolas Henrique Dias e a EREM Virgem do Socorro. Ele apresentou palestras para os gestores e estudantes nas duas unidades escolares, com destaque para ensino sobre cultura, globalização e produção artística regional. A cantora paulista Tiê encerrou o ciclo de visitas na Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luciano Duque abre dissidência no PT, lança movimento #ForaPaulo e declara voto em Armando

Tendo à frente o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), lideranças políticas ligadas à vereadora do Recife Marília Arraes (...